Sinagoga Maisel


 

Sinagoga Maisel
Foi construída entre os anos 1590–1592 pelo presidente da Câmara Judaica de Praga Mordechaje Maisel, que financiou uma profunda reconstrução renascentista do gueto. A sinagoga é obra de Josef Wahl a Juda Goldsmied de Herz. Mais tarde foi reconstruída em estilo barroco, após um incêndio que em 1689, destruiu consideravelmente a construção de origem. A sua traça barroca, que substituiu a construção gótica, foi erigida segundo um projecto do prof. A. Grotta, entre 1893–1905. Da sua disposição renascentista de origem conservou-se o plano de três naves, com uma galeria para mulheres na nave central. Actualmente a Sinagoga de Maisel serve de espaço de exposições e depositário do Museu Judaico. Aqui encontram-se depositadas peças de metal, na sua maioria em prata, e peças e paramentos da sinagoga.
A exposição História dos Judeus na Boémia e Morávia I. – dos princípios à emancipação, oferece uma panorâmica histórica dos judeus nas terras da Boémia do século X até finais do século XVIII. A parte inicial dá a conhecer os principais acontecimentos históricos sobre o início da fixação dos judeus em Terras da Boémia e da Morávia, os direitos e a posição social dos Judeus nos estados medievais. A exposição oferece especial atenção à época renascentista, no que se refere tanto à construção da sinagoga como ao seu fundador Mordechaj Maisel. A tradicional educação judaica está representada por obras de famosos eruditos, que exerceram cargos de rabinos e reitores de escolas de Talmude nas comunidades judaicas da Boémia e da Morávia (rabino Löw, David Oppenheim).
 

Coroa na Tora, 1906

Descoberta de Moisés, Morávia 1728

Ponteiros, século XIX-XX

 
» CLOSE WINDOW «